Aucun historien digne de ce nom ne peut concevoir que le stade de Benfica ait été construit par des travailleurs bénévoles sous le Fascisme Salazariste.

La paresse et surtout le repos étaient une notion méconnue des adeptes de Benfica?

Dans un pays où plus d'un tiers de la population avait fui le Portugal, pour des raisons économiques ou politiques... cela ne relève pas du mythe mais de la propagande...

C'est bien connu : les adeptes de Benfica étaient des machines et n'avaient pas besoin de repos.

 

A moins que Lisbonne ne soit un ilot perdu dans un océan inconnu qui a pour nom Portugal?

De la même façon, aucun historien ne peut accepter l'idée que les assemblées générales de Benfica ont été un exemple d'apprentissage de la démocratie. Comme si le Fascisme Salazariste pouvait autoriser l'apprentissage de la démocratie.

Le 25 Avril 1974  et la démocratie vont permettre l'affirmation du FC. Porto et par conséquence l'affirmation d'autres clubs et régions du Portugal.

Et ce n'est peut être pas un hasard si le seul stade de foot portugais digne d'interêt est ici.

Un stade bien loin de Benfica et de Lisbonne.

 

Cependant, certains porte-paroles du FC.Porto ou certains de ses supporters continuent à appeler Benfica, "le club du régime". Ce qui est confus politiquement. A qui font-ils référence?

C'est que le Portugal n'est pas un "régime" mais une démocratie.

 

Image: Le droit à la paresse, Paul Laforgue, couverture du livre, ed.Maspero, Paris 1975

Nuno

 

 

Muito foram desrespeitados os emigrantes, em férias em Portugal, quando empregavam a palavra "retrete" por reforma ou, por exemplo, a palavra "vacanças" por férias.

Tendo vivido debaixo do fascismo, tais regalias sociais eram-lhes desconhecidas. Limitaram-se a "aportuguesar" conceitos linguísticos e regalias sociais que faziam parte da sua vivência quotidiana em França e que o fascismo Português sempre lhes negou.

No âmbito deste contexto, nenhum sociólogo ou historiador esclarecido pode acreditar que o Estádio da Luz tivesse sido construído, em suas horas livres por benévolos cidadãos que trabalhavam do nascer ao pôr do sol.

A menos que Lisboa não fosse Portugal... E que os trabalhadores de Lisboa tivessem regalias que os outros trabalhadores fora de Lisboa não tinham...

 

Estranha também a ideia, para um historiador, que as Assembleias do Benfica fossem uma aprendizagem da democracia... Como se o Salazarismo, herdeiro nato das práticas da Inquisição, não tivesse olho em tudo... 

A história, quando pode ser ensinada, desencadeia questionamentos e interrogações.

Estranho que se esqueçam os panfletos dos desertores e dos pacifistas e, também, de movimentos políticos que denunciavam a presença do Benfica, em Colombes, para levantar o moral dos Portugueses que viviam em bairros de lata, para lembrar "a pátria amada"... ou/e  remessas amadas...

 

E, actualmente, também, não deixa de ser curioso que o Benfica se proclame o clube com mais adeptos no mundo. O que é ridículo! Mas não nascerá esta ideia na continuidade da megalomania desenvolvida pelo Fascismo Salazarista?

E talvez não seja uma simples contradição se, após o 25 de Abril de 1974,o FC. Porto é o clube com maiores simpatizantes na e/imigração, em França.

Mas esta dialéctica, algo que custa a entender aos jornalistas desportivos que só pensam no Benfica e, por arrastamento, no Porto (realidade obrigatória ) ... só deu luz ao direito à preguiça, graças ao FC.Porto: Ao Direito de ser a "Sua Terra".

E talvez não seja um acaso se o Direito à Preguiça originou uma obra de arte longe do (ou de?)  Benfica e de Lisboa? 

 

Qual é o único estádio de futebol digno de interesse em Portugal: Link ?

Contudo, fica para saber como é que alguns dos porta-vozes  do FC. Porto e alguns dos seus adeptos podem empregar, ainda hoje, a palavra "regime", referindo o Benfica?

Ao que se referem e a quem se referem? É muito confuso politicamente...

É que Portugal, apesar das suas imperfeições, é um país democrático. Não é um regime!

 

Imagem:Le droit à la paresse, Paul Lafargue, capa da obra, ed. Maspero, Paris, 1975

Nuno

por PortoMaravilha | link do post
Sou Lisboeta por condição e Benfiquista por opcção.
E sabem que mais, adoro.
Tenho opnião sobre o assunto mas não vou dar para caixa de pandora. Riu-me ao ler o que dois Portistas escrevem sobre a minha condição e opcção.
Bem hajam


Ps. Acompanho regularmente no posts do Cosmeticas.org



GGarcia a 9 de Novembro de 2011 às 23:16
@GGarcia,

Obrigado pelo comentário.
E tchim-tchim com um cálice de vinho do Porto ou copa de Champagne?
Parece que Vinho do Porto e Champagne revendicam o direito de primeira apelação controlada no mundo.
Mas ambos são gostosos.

Nuno
PortoMaravilha a 10 de Novembro de 2011 às 21:07
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.