Cet entretien peut être consideré comme la suite, un complément  de l'entretien avec S.Spielberg . Cliquez ici pour télécharger la numérisation original dans le journal "Le Monde": Hors-Série (déc 209): Tintin le Retour, p.76

 


 

_________

Esta entrevista deve ser lida como uma continuidade de "Entrevista inédita Com Splielberg"

Para mais sobre Tintin aqui .

 


por PortoMaravilha | link do post
Foi imensamente interessante , para mim, pôr estas duas entrevistas em paralelo.

Não sei o que dará o filme Tintin. Mas parece-me que existem divergencias entre Spielberg e Jackson. Se o primeiro julga que Tintin é ambicioso ( como já aqui comentei : em quê ? ) , já o segundo pensa que Tintin é um personagem banal.

Jackson parece estar muito mais próximo da personagem Tintin.

Jackson pensava que Tintin era Inglês ( tal como muitos jovens pt pensaram que Tintin era pt , aquando a sua publicação na revista "Papagaio" que será então abafada pelo salazarismo ).

Em 1966 , Hergé cedeu às pressões do seu editor Inglês ( Methuen) e transformou os polícias em bobbies e pos flores nos canteiros.

Outras transformações serão introduzidas e "L'Ile Noire" tornou-se o único álbum de banda desenhada publicado em três versões.

Hergé, para agradar ao seu editor Inglês , a pesquisa dos detalhes para agradar a sua Majestade, destruirá, quanto a mim, a poesia e o "conceito de linha clara" .

Importa pois ler a primeira versão de "L'Ile Noire ".

Talvez consiga arranjar imagens da primeira versão para que se veja a diferença.

PortoMaravilha a 2 de Janeiro de 2010 às 22:50
Pois eu, desde a meninice, que imaginava Tintin como sendo um autentico "Sabá", Francês de gema, tipo, com sandálias e calção, nada como umas castiças meias brancas a entermear. :-)
Só no final da adolescencia descubro que afinal, o caramelo, era Belga!
MrCosmos a 2 de Janeiro de 2010 às 23:44
É natural menino o que afirmas.

Mas eu cresci com quem lia "O Papagaio". Ora a revista "O Papagaio" apresentou tintin como sendo um jovem reporter Português. Era uma excelente revista para a época , no que diz respeito à Bd. Há que lembrar que é "O Papagaio" quem edita a primeira prancha de Tintin a cores ( Tintin en Amérique ). Isto, para grande surpresa de Hergé e, em seguida, elogios.

Em seguida, a revista desaparecerá como também desaparecerão muitas outras iniciativas livres debaixo da chapa do fascismo. Mas isso seria um outro assunto.

Ora é normal que Jackson com 13 anos , ao ler tintin com polícias em uniforme de bobbies pense que tintin é inglês.

Nuno
PortoMaravilha a 3 de Janeiro de 2010 às 19:25
Muito bem PortoMaravilha!
Será a isto que se chama "começar bem o ano".

Algumas considerações então a esta co-produção Spielbrg / Jackson, depois de vários post que o PortoMaravilha já lhe dedicou.
Há aspectos curiosos sobre o acompanhamento das noticias a volta desta prometedora abordagem para o cinema das Aventuras de Tintin.

E desde logo pego na deixa, não inocente do termo que utilizo, co-produção.
Tem existido algum "Su-ru-ru" de comentários, nomeadamente na web, forúns e blogs, Já na imprensa desconheço, onde se questiona os "louros" atribuidos a Spielberg nesta produção, havendo quem defenda que o grande crédito (ainda por verificar) desta produção deveria ser atribuido a Peter Jackson. Sim, há vozes que se levantam reclamado alguma "injustiça"(e releve-se já agora a própria atenção que o Le Monde da a cada um: Spielberg entrevista de 3 páginase para P. Jackson 1 pagina).

Não sendo tão extremista neste concreto como muitos que fazem este choradinho, concordo no entanto com um comentário que lí algures onde se citava a Spielberg como pai do projecto (na concepção original e no angriar de sustento €€€ para a "cria") e a Peter Jackson como a mãe (quem mais influencia certas opções, "traços" de apresentação, embrenhando-se no seu desenvolvimento e maturação).

Relacionado com isto, algumas deixas desta entrevista de P. Jackson que me deixam intrigado:

1- "Foi assim que me convidou [Steven Spielberg] a trabalhar com ele, e que passamos de um filme de acção para um filme de animação."
[Tintin] é uma caricatura, não uma personagem. [...] com a captura de movimento, podíamos obter um desenho verdadeiramente semelhante ao de Hergé."

Significa isto que vamos ter então um filme animação (bonecos) e que inclusive a questão que o PortoMaravilha apresentava, e bem, no seu primeiro post ao filme, http://cosmeticas.org/8403.html , onde mencionava dois títulos da imprensa que revelaram Jamie Bell como o protagonista para o papel de Tintin, e cujos artigos haviam sido "bombardeados com comentários do público, na sua maioria porque não imaginavam a cara de Tintin "assim"...
Esta será, parece-me, sempre uma opção sem consensos dar uma cara à caricatura de Tintin. Terá tirado Jackson esta carta da manga, recorrendo à "caricatura"?

2-Jackson diz: "Penso rodar "Les Sept Boules de Cristal " , mas esta escolha ainda não é definitiva. Vou reler todos os álbuns do Tintin no Natal. Tenho que me decidir antes do Ano Novo. "

Quando é o Produtor que decide questões desta relevância, não sei... mas estou em crer que Spielberg cedeu uma boa parte do poder decisório "à mãe" do projecto. E Não estou a dizer que este "matrimónio" entre SS e PJ, qual casal moderno, seja bom ou mau. Mas o que me parece é que fica demonstrado "quem é que usa calças" lá em casa. :-))))

Ou seja, Spielberg até podia sozinho obter mais um dos seus multimilionários bem sucedidos filmes na realização isolada de Tintin. Podia. Mas convenha-mos, sem Peter Jackson não seria a mesma coisa.
Espero que esta "relação amorosa" não dê faisca, e que qual exemplo tuga, não acabe a estrear (ou na continuação da série) sem a assinatura de um dos dois progenitores. (Eu sei que nem tem nada a ver, e que sou dos maiores suspeitos para dar esse exemplo, mas fica a alusão a essa boa merda de filme que teve tudo para ser um sucesso até o realizador e produtor se desavirem, e se tornar no primeiro filme português sem assinatura do produtor (Utopia Filmes): http://geracaorasca.blogs.sapo.pt/4096.html )
MrCosmos a 2 de Janeiro de 2010 às 23:27
clap , clap , clap, clap

Mister tens toda a razão . Parece efectivamente haver divergências sérias ( isto visto, melhor dizendo, lido de fora ) entre SS e PJ .

É verdade ( boa análise Mister ) que o "Le Monde " consacra 3 páginas a Spielberg e uma a Jackson. Só que o artigo que cobre a entrevista a Spielberg é introduzido com um desenho que mostra um realizador furioso longe da cãmera, charuto na boca ; já o desenho que ilustra Jackson mostra um realizador feliz e sobretudo com Milou ao lado.

É assim uma maneira de dizer ( e penso não estar enganado ) aos leitores que os conceptores deste nº do Le Monde "Hors Serie" optam pela visão de Jackson.

Mas para quem é tintófilo ( e não só ) , a visão de Spielberg àcerca de Tintin não corresponde à visão de Tintin. O que Spielberg pensa ser uma virtude , a ambição, o espírito ganhador, não existe em Tintin . E se lermos as duas entrevistas , vemos bem que Jackson está muito mais dentro da visão de Tintin que procura dar Hergé. É ou não Tintin quem dá a conhecer ao mundo le Dali lama ( Tintin au Tibet ) ?

Sim, tens toda a razão novamente : Acho que podemos falar de co-produção. O segundo tomo da trilogia ficará a cargo exclusivo de Jackson ( a confirmar ).

Hergé sempre sonhou levar Tintin ao cinema. Na altura tinha pensado em máscaras flexiveis ou maláveis para os seus personagens. Foi efectivamente um homem em avanço sobre o seu tempo em muitos aspectos.

Na altura, coisa que Spielberg não diz, este propõe a Hergé ( por telefone ) a produção dum filme debaixo da ralização de Polonski. O que Hergé recusará ( fonte Le Monde ).

Concordo novamente : Spielberg precisa de Jackson porque não tem os conhecimentos Tintófilos necessários.

Quem é que usa calças ? Isto faz-me pensar que quando escrevi o post sobre o Kilt Português ainda ninguém me respondeu se este se veste com ou sem cuecas ?

Nuno

PortoMaravilha a 3 de Janeiro de 2010 às 20:10
De regresso ao trabalho e ás rotinas depois de 2 semans de férias do mundo virtual.soube bem.
Bom Ano de 2010 para o "cosméticas"!
abraço
Pedro Oliveira a 4 de Janeiro de 2010 às 10:22
Pedro,
Muito obrigado.

Muitos e bons anos e com os amigos, como o PO, são tb os meus votos!
Lou a 4 de Janeiro de 2010 às 13:01
Correcção,
O comentário de cima é meu e não de "Lou" . Lou trata-se, e conforme ele aqui já se apresentou de um editor do cosméticas, Lourenço Moreira, e acrescento eu agora, com a sua confiança, meu familiar bastante próximo por afinidade.
Pela segunda vez me sucede, depois de ele ter usado este mesmo computador para comentar, que o meu browser assume na memória, o login e pass que p+or lapso mandou este computador reconhecer e assumir à prior, e aco publicando os comentários sem olhar a quem e tempos depois vejo na barra lateral que quem comentou foi o login de Lou em vez de MrCosmos. La terei de apagar todo o meu hidtórico, cookies e cache do meu web explorer, para isto deixar de me acontecer... Bolas!

MrCosmos, sou eu, o ciber-cidadão Paulo César, Diácono do espaço, suspense sim, mas tb nunca o neguei "pela minha sáude"... também sou eu, e o gajo que tem a mania de vir parodiar com os falsos-moralismos. Os demais estão aí para responder por sí :-) (mas chiuuuuu! Calem-se ou são todos despedidos e fico-vos a dever!!)

Obrigado pela atenção. Au revoir!
MrCosmos a 5 de Janeiro de 2010 às 09:28

foto perfil.jpg

pauloc.jeronimo@gmail.com

pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Controle de invasão ET
comentários recentes
Merci pour le partagehttp://boomlasers.alzawaia.co...
Hand ball is actually a nice game to watch. I firs...
Children are not good with lies. They doesnt know ...
Woww!!! I am glad you have shared this old picture...
Alors, dit-il,Au Revoir ! , dit-elle. Alexandre O'...
Jovem, apesoado, dotado, submisso, procura homem d...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
nice work, I can see your point, I can't agree wit...
.