Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

do XXI ao 31 - (ed.0)

05.02.10 | Paulo Jerónimo

 "A ciência é composta de erros que, por sua vez, são os passos até a verdade." (Júlio Verne)         

O comodismo proporcionado por um avançado e tecnológico século XXI, embala e absorve o individuo para uma das suas características que lhe é das mais inatas e que passa por ser-se avesso a mudança.

E se popularmente se admite por sensato que 'em equipa que ganha não se mexe' , não deixa de ser menos lapidar a de que 'o homem sonha, e o mundo avança' .

Entre o conforto de se conservar e prolongar o já testado, conhecido e bem sucedido, e o arriscar por algo que se apresenta de novo, melhorado e progressivo, facilmente optaremos pela primeira em detrimento da segunda, a menos que se assumam os aparentes erros de hoje, como os passos até a verdade de amanhã.

 

Temos por cá experimentado, com alguma abundância, destes sabores, ou se preferir, dissabores. Desde a liberalização do aborto, a proibição de fumar em recintos fechados, passando pelo casamento homossexual, ou a acesa discussão do acordo ortográfico, temas esses , uns mais fracturantes que outros, mantêm e entretêm - por vezes desviando as atenções dos demais assuntos emergentes - muitos dos Portugueses.

 

Mas não é só no seio da sociedade que somos assaltados de mudanças. Elas impõem-se quotidianamente dentro de nossas próprias casas. Desde o gerar/aproveitar de desperdício, ao que, hoje é eficaz e moderno para já amanhã ser considerado obsoleto, tais mudanças são observáveis em qualquer lar deste país periférico, que já teve a ousadia de ser a porta do mundo, e que de algum tempo a esta parte há quem lhe chame o cu da Europa.

 

Tudo assuntos que vamos espalhando e semeando por aí, e que gostaríamos também de apresentar aqui. Bem vindos à nova rubrica para 'O Portomosense' ,  do XXI ao 31  .

 

Paulo Jerónimo da Silva

(Edição 0, publicada no jornal 'O Portomosense' de 4.02.2010)

2 comentários

Comentar post