Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

♫ pelas trilhas do vinil - 4

01.04.10 | Paulo Jerónimo
.
O desbravar da agulha pelas trilhas da bolacha preta de hoje, pertencente a um dos álbuns LP, dono de uma das grafias mais marcantes de que tenho memória, pelos jogos de tons e cores, acertos e beleza, bem como os encaixes entre a capas e envolucro, parece um daqueles livros de histórias cujas paginas se desdobram e revelam outras formas. Privilégios do formato, para demonstrar noutra altura, pois não será nisso que a cosmética deste post hoje se debruça... Este, acaba por ser a continuação, e o cumprimento de uma promessa feita a nossa estimada leitora Eunice, aquando de seu comentário ao meu post "Mitos, mariquices, e paneleirices" publicado no dia em que Portugal se tornou o 8º país do mundo a aprovar a lei de casamento homossexual.
A Eunice tem este dom, o de perfumar, com "suas poesias", até mesmo temas que para muitos, à partida, lhes tresandaria à "Tabu" - antiga marca de perfume - leia-se.
E foi com este aroma, o que de seguida reproduzo mais abaixo, que nossa amiga, mais uma vez, nos trouxe uma lufada de ar fresco. Acabou recordando-me o tema hoje em destaque pela edição 4 do trilhas do vinil, e, já dizia o grande Veloso, mas o Tripeiro e Português, o Rui, que "O prometido é devido". Já tinha-mos saudades do seu perfume, pela nossa caixa de comentários, minha cara.  Bem aparecida seja,e, recordar é viver!
.                  de Eunice a 9 de Janeiro de 2010

"Mr Cosmos, diga lá : e se o Mário de Andrade tivesse escrito este poema para um homem chamando-lhe amiga, que resultaria? Haveria, na dimensão do Amor, alguma diferença?
Poemas da amiga
Mário de Andrade

Gosto de estar a teu lado,
Sem brilho.
Tua presença é uma carne de peixe,
De resistência mansa e de um branco
Ecoando azuis profundos.

Eu tenho liberdade em ti.
Anoiteço feito um bairro,
Sem brilho algum.
Estamos no interior duma asa
Que fechou."
Caetano Veloso: "Cores, Nomes", LP 1982

MrCosmos a 10 de Janeiro de 2010

"A Eunice perfuma este blog!
Sobre a abertura dos brasileiros: Este fim de semana encontrei o LP vinil de Caetano Veloso "Cores, Nomes" numa feira de antiguidades, (novo, capa de um grafismo BESTIAL!) cuja uma das músicas, com destaque de capa e tudo, é: "Ele me deu um beijo na boca" e caetano veloso diz que gostou, o malandro. :-)

Prometo postar aqui essa música, mais uma promessa... a ser cumprida. "

 

PC Jerónimo da Silva

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Paulo Jerónimo

    03.04.10

    Se o Francês me foi algo imposto (5 anos de disciplina na escola), com o Español aprendi a hablar. Vim de lá com 7 anos...

    Obrigado, pelo perfume poético.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.