Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

Futebol: uma arena de morte? [cap. 6]

10.04.10 | PortoMaravilha

FC Porto, uma lenda viva!«

 

O FC Porto, pelos resultados desportivos internacionais conseguidos, está no âmbito dos melhores clubes do mundo.
Não vou referir os títulos internacionais alcançados pelo FC Porto, porque penso que são conhecidos de quem acompanha e segue o futebol.
Hoje vou debruçar-me, sintecticamente, sobre aspectos que mostram que o FC Porto é o único clube Português a fazer parte da Lenda do futebol Mundial. E isto, porque o futebol também pode ser pensado dum ponto de vista histórico e geo-político.
Em 17 de Maio de 1984, após a final de Basileia, o diário “Libération“, criado pelo filósofo Jean Paulo Sartre, dedica a sua primeira página à final da Taça das Taças: “La Juve a gagné, mais Bravo Porto!“. Esta primeira página está esgotada. Quem a tem, sabe que assim foi.
A equipa treinada por António Morais, apresentou um futebol sublime, um futebol que anunciava, simbolicamente, a possibilidade da sociedade Portuguesa poder entrar na CEE, para consolidar a democracia dum país que acabava de sair do fascismo. Se, na altura, o diário “Libération“ é o único diário generalista Francês a escrever sobre o FC Porto e sobre Portugal, é porque será um dos raros diários a defender o pleno direito de Portugal fazer parte da CEE. O jogo do FC Porto, sob a batuta de António Morais , apesar da derrota, foi arte. E a arte cria diálogo.

 

 

A esta prestação, haverá que acrescentar a final de Viena pela continuação de tal valor simbólico.
Por outro lado, pela primeira vez na história do futebol Europeu, uma equipa, o FC Porto, permite a um futebolista Africano ser campeão Europeu. E, pela primeira vez, uma equipa campeã Europeia apresenta jogadores oriundos de três continentes: Europa, América e África. A Aldeia Global estava, na altura, em marcha e o primeiro clube do mundo (a meu conhecimento) a desenhar ou a figurar essa evolução, foi o FC Porto.
Poderíamos acrescentar que o FC Porto é um dos raros clubes Europeus a ter participado e marcado presença numa final das três grandes provas Europeias: Taça dos Campeões, Taça da Taças e Taça UEFA. O único clube Português a ter tal mérito.

Poderíamos também acrescentar que o FC Porto é, igualmente, o primeiro clube do mundo a conjugar cultura e futebol. Artur Jorge foi o primeiro treinador do mundo culto a ser reconhecido internacionalmente como tal. Este aspecto fica para uma próxima oportunidade com um papelinho “Artur Jorge-Wenger: O combate dos diplomados?“.


Quer se queira ou não, embora o FC Porto não tenha participado nos quartos-de-final da Taça dos Campeões Europeus, parece que houve por lá um gestozinho à Madjer e à Porto!

Nuno

Também em BiBó PoRtO, carago!!

4 comentários

Comentar post