Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

'O Lado B' da coisa

19.04.10 | Paulo Jerónimo
.
.
Bruno Nogueira, que já deu provas de ter tudo para talentoso humorista e apresentador, parece que estreou ontem o seu novo programa desta feita em formato 'talk show', RTP 1. Este é mais um daqueles artistas que quer queiram quer não, levarão sempre com o estigma de seguirem as pisadas do 'pai', tempos idos e bastante duradouros: O Grande Herman José.
Não sei como foi, não vi, simplesmente passou-me ao lado nem sei já porque, ou o que faria eu ontem àquela hora do programa em estreia. Mas desde sexta feira passada que me despertara a atenção para a mensagem implícita na foto destaque da revista e agora deste post, o que me levou a pega-la (na revista) de cima da mesa de café e a abri-la, na página respectiva, em cujo enunciado se pode Ler:
.
"Em Portugal matam muitos programas à nascença"«
.
Na entrevista à "TV" revista suplemento do jornal Correio da Manhã, o apresentador traz à baila o facto  do programa 'Lado B' ser na RTP 1, canal onde se pode trabalhar "sem a meta das audiências". E dei comigo abanando a cabeça, concordando, e recordando o que tenho para mim a propósito do já citado Herman, ou dos actuais agora "Gatos Fedorentos", ao desperceberem precisamente isso, e que ao terem dado o salto da RTP para a SIC (como poderia ter sido para a TVI), iniciaram aí, nesse preciso ponto, o definhar e arrastar, um queimar de imagem até o fatídico dia da falta de paciência para que haja alguém que os ature... (Esperto, esperto, vai sendo o Fernando Mendes, com o canal certo "Preço Certo")
.
Voltemos à foto destaque: Espectacular, arte, subliminar! É o que verdadeiramente se pode chamar de "escrita com luz", assumindo aqui a matéria prima (a luz) o papel de tinta, descrevendo as formas e mensagem pelo obturador de uma câmara fotográfica enquanto "esferográfica". Lamento que me desiluda mais uma vez, um meio dos mídia "Grupo Cofina", ao não dar crédito e publicar, como manda a ética do sector,  o nome do autor do disparo, que teria gosto de credita-lo também eu aqui.
O resultado final está a vista, impresso. De tal forma magnifico que fez-me abrir uma revista que me escasseia de crédito, regra geral.
Melhor explicando: a simbiose entre 'o lado b' destacado no rótulo de uma bolacha preta, de um item outrora considerado morto, o vinil, mas agora novamente a entrar em voga conhecendo por esta altura um certo despertar para o milagre da ressurreição, inclusive por cada vez mais adeptos jovens cuja idade lhes roubara a oportunidade a experimentar do ritual envolto naqueles mistérios encobertos por uma rodela de plástico com 12 polegadas, vulgo LP... É coisa louvável, uma boa forma de complementar as ideias que já haviam sido escritas por aqui: ♫  oh vinil: Bem vindo sejas! Again...
PC Jerónimo da Silva

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Paulo Jerónimo

    21.04.10

    Essa agora aqui pró Mr. é que é nova...
    A dos postais e canetas de tinta permanente, à moda antiga! Tá boa.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.