Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

Manifs, pantomineiros e paralisação

19.12.18 | Paulo Jerónimo

 

12 MARCO.jpg

 

Enquanto a imprensa desespera pela primeira foto de coletes amarelos em multidão  que sejam verdadeiramente portugueses, para deixarem de ter necessidade de ilustrar as notícias com imagens francesas, recorde-se uma foto da última grande manifestação ocorrida em Portugal, promovida pela juventude portuguesa o também designado movimento da Geração à Rasca, a de 12 de Março de 2011 e subsequentes.

O diário francês Libération na altura publicou um artigo pertinente que procurava mostrar que a juventude portuguesa votava com os pés, ou seja, manifestando-se mas abstendo-se nas urnas.

Os franceses não estão de facto habilitados para avaliar a sociedade portuguesa pelo simples motivo de que a nossa é diferente da deles, e inclusive da Europa, coisa que eles desconhecem.

Sobre a manifestação do 12 de Março, aquela foi uma manifestação germinada por um grupo de amigos relacionados com o Bloco de Esquerda, na altura em que o Bloco era ainda anti-poder, e essa era idónea para a população em geral, mas quando os tiques extremistas do movimento vieram ao de cima e o povo viu estar ali mais do mesmo, ideologias partidárias, a força do movimento que durou várias semanas desvaneceu-se.

Agora dizem que "Vamos Parar Portugal", e ao contrário da de outrora que foi amplamente apoiada pelas instituições, desta feita a extrema esquerda, partidos, associações, sindicatos, demarcam-se e aparecem os fantasmas reacionários esquerdistas, inclusive os de vários cidadãos, que partem para a chacota deste movimento porque, dizem todos, anda ali o dedo da extrema direita e isso é que não. Estes, para além de só assinarem de cruz tudo o que seja à esquerda da esquerda, e que se foda Portugal, Ignoram portanto que não existe extrema direita propriamente dita no retângulo local. Okay, há o André ventura a por-se ao jeito, mas tem ainda muito para pedalar.

A realidade portuguesa é muito diferente da francesa e até mesmo da espanhola, no que toca a extrema direita, vandalismo e terrorismo. É muito diferente porque Portugal disso ainda não tem, mas isso dava e fica para outro post. Os Portugueses têm é falta de condições de vida e é isso que levará o povo em massa esta sexta feira à rua. Que não se baixem os braços!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.