Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

Dissonante qb

03.05.12 | Paulo Jerónimo | comentar
    "Mel do Monte" é a miúda. "Miúda" , que é precisamente o nome do agrupamento com este tema musical arrojado, e que conta com Pedro Puppe (OIOAI) nas letras, bem como com Tiago Bettencourt juntamente com Fred (Orelha Negra) nos arranjos musicais. Mais uma (...)

A Ninfomania Facebokiana

21.12.11 | Paulo Jerónimo | ver comentários (6)
O  Já é percetível para os leitores do Cosméticas que não aceitamos nem toleramos o rótulo de "ninfomaníacos" atribuido a muitos dos utilizadores da plataforma Facebook (FB) , pelo que dissipando qualquer dúvida passa-se a explicar: Repugnável, é no mínimo como (...)

Marinha Grande, Terra de Convulsões

15.11.11 | Paulo Jerónimo | ver comentários (2)
    Os marinhenses Caruma mostram fazer jus as suas origens. A Caruma vai além de reforçar um estilo musical em crescente com ares atravessados de Fado Altivo, estilo acompanhado pelos Deolinda, Anaquim, Diabo na Cruz, entre muitos outros, cuja portugalidade está (...)

♫ pelas trilhas do vinil - 6

06.07.11 | Paulo Jerónimo | ver comentários (3)
  Porque é que os Xutos chegaram onde chegaram? Porque no longíquo ano de 1982, no país de Fátima, onde as velhas usavam bigode e se vestiam de negro, tiveram os tomatinhos no sítio para tocarem Blasfémias

VHS - Cassetes Repescadas (2): "My Girl" (1991)

04.05.11 | Paulo Jerónimo | ver comentários (1)
    As Conversas são como as cerejas, uma leva a outra... e parece-me que os post também. Na sequência do post anterior que publiquei, recordei-me do filme "My Girl" cujo um dos temas incluidos na banda sonora, seria a popularíssima musica com o mesmo titulo, da (...)

♫ pelas trilhas do vinil - 4

01.04.10 | Paulo Jerónimo | ver comentários (7)
.O desbravar da agulha pelas trilhas da bolacha preta de hoje, pertencente a um dos álbuns LP, dono de uma das grafias mais marcantes de que tenho memória, pelos jogos de tons e cores, acertos e beleza, bem como os encaixes entre a capas e envolucro, parece um daqueles (...)