Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

COSMéTICAS.net

o «ESPAÇO» onde nem tudo o que parece é... música para os ouvidos !?

Os concelhos que eu te dou - IV

23.02.19 | Paulo Jerónimo | comentar
Nunca levantes e arrumes os tabuleiros tipo cantina, quando tomares a tua refeição, sobretudo nas grandes superfícies. Com isso estarás a retirar ou a descartar trabalho a uma ou duas pessoas que farão o mesmo de forma mais eficiente, e sobretudo, remunerada. E o (...)

O que mais gozo me dá hoje na vida?

31.01.19 | Paulo Jerónimo | comentar
Um bom vinho tinto com o meu cigarro sentado no sofá a assistir a minha frente ao desenrolar da(s) vida(s) à volta , assistindo aos seus teatros, dramas e comédias, por vezes óperas líricas, e que sem precisar de mexer uma palha para acontecer, mesmo com o seu (...)

No dia em que eu morrer

28.01.19 | Paulo Jerónimo | comentar
No dia em que eu morrer, quero que as lágrimas derramadas à minha volta sejam um hino à alegria.Que sejam uma ode à vida, que a mesa esteja farta e se façam brindes ao meu percurso e as minhas conquistas. Que quando me lançarem as cinzas ao mar da Praia da Concha, (...)

Manifs, pantomineiros e paralisação

19.12.18 | Paulo Jerónimo | comentar
    Enquanto a imprensa desespera pela primeira foto de coletes amarelos em multidão  que sejam verdadeiramente portugueses, para deixarem de ter necessidade de ilustrar as notícias com imagens francesas, recorde-se uma foto da última grande manifestação ocorrida (...)

Citador Cosmético: O Purgatório do sucesso

17.12.18 | Paulo Jerónimo | comentar
  Chegar a um eminente estado de popularidade, fama, ou sucesso, é como chegar ao purgatório: tens à tua frente a possibilidade de entrada para o paraíso ou para o inferno. Encara-o como um estado decisório. 

Achados

16.12.18 | Paulo Jerónimo | comentar
  Vou a um negócio de homens, desta vez tens de ficar em casa, disse Cipriano Algor ao cão, que correra para ele quando o viu aproximar-se da furgoneta. É claro que o Achado não necessitava que o mandassem subir, bastava que lhe deixassem aberta a porta do carro o (...)

I need a Hero - in «O Último F» - Autobiografia

14.12.18 | Paulo Jerónimo | comentar
    João Afonso agita com força o isqueiro branco da Bic no ar. Roda-lhe a pedra e dá faisca mas continua a não sair lume. levanta o isqueiro a altura dos olhos e verifica-lhe o nível de gás no contra-luz da rua. Encontra-se no Hall de entrada da pastelaria Nova (...)